fevereiro, 2018

Barba estilo lenhador: implante de fios pode ser a solução

Enquanto muitos homens não abrem mão da espuma e do barbeador para deixar o rosto lisinho, outros sonham em ostentar uma barba “estilo lenhador”, densa e volumosa. Para alguns, é difícil conseguir isso, uma vez que os pelos não crescem de maneira satisfatória em seus rostos. A solução para isso é o implante de barba.

O procedimento não serve apenas para quem tem o rosto sem pelos, mas também para os homens que têm falhas ou cicatrizes e querem cobri-las. E essa possibilidade tem agradado os homens. Dados da Sociedade Internacional de Cirurgia de Restauração Capilar (ISHRS, na sigla em inglês) mostraram que de 2014 a 2016 os procedimentos de transplante capilar na área da face aumentaram 101% no mundo.

Primeiramente, é importante explicar que existem basicamente duas técnicas de cirurgia no universo dos implantes. A primeira é a FUT (Transplante de Unidade Folicular), na qual é removida uma faixa de couro cabeludo, e os bulbos capilares contidos nela são dissecados e, então, utilizados, um a um, para serem transplantados para a área calva.

A segunda, FUE (Extração de Unidades Foliculares), é amais uma opção a ser utilizada para o implante de barba. A extração é feita fio a fio e sem necessidade de corte cirúrgico linear. Os fios são retirados da área doadora e reimplantados na região calva durante o mesmo procedimento. Assim, essa técnica deixa cicatrizes puntiformes difusas no couro cabeludo, diferente da outra técnica que deixa uma cicatriz linear. A técnica não é recomendada para pacientes que tenham históricos de queloide, má cicatrização, área doadora com densidade capilar muito baixa e/ou fios de cabelos muito finos.

Barba estilo lenhador: como funciona o implante?

O primeiro passo antes do implante é realizar a medição do rosto do paciente e um desenho com as proporções da área que será implantada. Os fios são retirados do próprio corpo do paciente. Os fios implantados são retirados do couro cabeludo quando o objetivo é aumentar o volume da barba.

O número de sessões varia conforme o objetivo de cada pessoa. Para cobrir cicatrizes ou falhas, uma sessão pode ser suficiente. Para quem não tem pelos, pode ser necessária outra sessão, realizada um ano após a primeira. Depois que a barba estiver crescendo normalmente, não há restrições sobre raspar os pelos com lâmina.

O que você deve saber sobre o implante de barba

1)    Os pelos podem cair? Geralmente há uma queda nos primeiros noventa dias após o implante de barba, e isso é absolutamente normal. Depois, eles passam a crescer definitivamente e param de cair.

2)    O procedimento exige internação? Depende do porte da cirurgia e da anestesia de escolha para o procedimento cirúrgico. Cirurgias de grande porte demandam anestesias sofisticadas (venosa total) e podem demandar internação.  Na maioria dos casos, o paciente pode ir embora no mesmo dia da cirurgia.  

3)    Quais os cuidados no pós-operatório? Existe todo um protocolo a ser seguido no pós-operatório do transplante capilar, que consiste no uso de antibiótico profilático para evitar infecções e também o uso de analgésicos potentes para evitar dores indesejadas. Também recomenda-se que o paciente evite a exposição ao sol, não use produtos químicos e nem coloque as mãos no local.