setembro, 2017

Saiba quais são os 7 pecados capilares e como não cometê-los

Inúmeros tratamentos, cuidados, cremes e xampus especiais. Muito dinheiro investido em cosméticos para o cabelo e bate aquela dúvida: será que estou jogando meu dinheiro no lixo? Pois saiba que cuidar da saúde dos fios e do couro cabeludo vai bem além de investir em um xampu profissional ou naquele condicionador de qualidade.

É preciso uma série de cuidados, que vão de não dormir com os fios úmidos até saber a dose certa para o uso de xampu anti-resíduo. A tricologista Caroline Costa enumerou alguns pecados capilares que podem ser imperdoáveis por seu cabelo! Confira:

  • Usar óleos e ir para o sol: nada disso! Qualquer derivado de óleo, inclusive o aclamado óleo de coco deve ser enxaguado antes da exposição solar.
  • Retocar a coloração ou descolorir os fios em casa: nesse caso, a chance de errar é sempre muito grande, em especial, quando você faz o serviço sozinha. É complicado dosar corretamente a quantidade de tinta ou descolorante e isso pode causar problemas, como manchas e ressecamento.
  • Usar xampu anti-resíduo em excesso: só utilize em pré-hidratações e se o seu cabelo não possui química. Converse com um especialista para escolher o produto ideal para seu tipo de cabelo.
  • Leave-in demais ou de menos: esquecido por muitos, esse produto é capaz de proteger o cabelo da poluição e dos efeitos do sol e deve ser usado todos os dias, principalmente na praia, mas cuidado para não exagerar na dose.
  • Prender os cabelos molhados: o cabelo demora um tempo considerável para estar 100% seco, se você o prende, quebra e enfraquecimento dos fios é coisa certa.
  • Arrancar fios brancos: você não gosta de pintar os cabelos, mas também não consegue conviver com esses fios indesejados? Saiba que arrancá-los pode provocar grandes falhas ao longo do tempo.
  • Mudar a cor dos cabelos com muita freqüência: é preciso respeitar um intervalo de segurança para que os fios possam se recuperar da agressão que a combinação de produtos causa. Além disso, investir em hidratação e tratamentos reconstrutores nunca é demais.